Sexta-feira, Junho 14, 2024
InícioNotíciaSector da agricultura reforçado com meios circulantes no Niassa.

Sector da agricultura reforçado com meios circulantes no Niassa.

SECTOR DE AGRICULTURA, REFORÇADO COM MEIOS CIRCULANTES EM MANJUNE E MUEMBE

A agricultura sendo a base de sustentabilidade de milhões de famílias do país e consequentemente como uma alavanca crucial para o desenvolvimento a província do Niassa tem se empenhado imensamente no acréscimo da produção e produtividade das campanhas agrárias.

A Governadora de Província de Niassa, Elina Judite Massengele, procedeu a entrega nesta quarta-feira, (19/5), de 10 Motas 125, sendo 5 para cada distrito, Majune e Muembe, para reforçar o sector da Agricultura.
O projecto em causa, será integrado ao modelo SUSTENTA que consiste em capacitação e motivação aos produtores para que tomem decisões do que produzir baseadas em informações de mercado e suas necessidades alimentares; e estabelecimento de ligações eficazes com o mercado de insumos e de comercialização agrícola.


Governadora de Província de NiassaElina Judite Massengele

Na ocasião, Massengele disse que “a entrega destes meios circulantes é resultado da cooperação entre os Governos de Moçambique e Japão, em que foi concebido um projecto de desenvolvimento de agricultura, baseado na abordagem hibrida entre SUSTENTA e a conhecida por SHEP, que significa Promoção e Empoderamento dos Pequenos Produtores” – afirmou a timoneira do Niassa.



Segundo a mesma, com a capacitação dos Extensionistas em matéria de abordagem orientada ao mercado, boas técnicas e práticas agrícolas e de nutrição, estes podem, com maior eficácia, assistir aos pequenos agricultores a aumentarem os seus rendimentos agrícolas, receitas provenientes da comercialização de produtos agrícolas e melhorarem a dieta alimentar das suas famílias.

Espera-se nos distritos abrangidos nesta fase piloto, que “haja maior empoderamento e motivação dos produtores; Produtores mais proactivos em interagir com os actores jdo mercado, e com decisão sobre o que produzir, e acederem aos insumos; e Existência de colheitas suficientes para alimentar as suas famílias, e ao mesmo tempo, aumentar receitas provenientes da comercialização agrícola, melhorando desta forma a segurança alimentar e nutricional” – concluiu Elina Judite Massengele, Governadora da província do Niassa.



Por seu turno o responsável da implementação do projecto Eng. Sérgio Macuácua, em representação do Sr. ENDO Hiroaki, representante da Agencia Internacional de Cooperação Japonesa (JICA), disse na ocasião que sendo este um projecto-piloto, foram selecionados dois distritos, Majune e Muembe por apresentarem característicassocioeconómicas que por um lado reflectem a situação problemática de insegurança alimentar e nutricional e por outro lado apresentam potencialidade para o desenvolvimento agrícola.


É neste contexto, que se espera que os 11 meses de implementação gerem lições para a expansão deste programa para os demais distritos de Niassa e outras províncias do país” – concluiu.


Os responsáveis de Majune e Muembe se comtemplam com a a oferta e agradecem pelo apoio visto que, será uma valia e ajudará ao sector da agricultura no contrato das monitorias.

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments