Sexta-feira, Julho 19, 2024
InícioSaúdeNiassa: Lançada a caderneta de Saúde da Mulher e Criança

Niassa: Lançada a caderneta de Saúde da Mulher e Criança

Por CEP – NIASSA

LICHINGA, 25|04|23

𝐆𝐎𝐕𝐄𝐑𝐍𝐀𝐃𝐎𝐑𝐀 𝐃𝐎 𝐍𝐈𝐀𝐒𝐒𝐀 𝐋𝐀𝐍Ç𝐀 𝐂𝐀𝐃𝐄𝐑𝐍𝐄𝐓𝐀 𝐃𝐄 S𝐀Ú𝐃𝐄 𝐃𝐀 𝐌𝐔𝐋𝐇𝐄𝐑 𝐄 𝐂𝐑𝐈𝐀𝐍Ç𝐀

A Governadora da Província do Niassa, Elina Judite Massengele, lançou esta terça-feira (25/04), no Centro de Saúde do Distrito de Muembe, a Caderneta de Saúde da Mulher e Criança, no âmbito do Acordo de Cooperação Técnica para a Implantação do Projecto para o Fortalecimento dos Serviços de Nutrição Materna e Infantil-ProNUT.

No seu discurso Massengele, disse entre os anos 2011 a 2015 , o País registou um crescimento económico anual de 7% e o crescimento continua a uma taxa de 3%, “apesar deste crescimento económico notável, o estado de saúde das mães e das crianças constitui um desafio, no que tange as questões referentes as taxas de mortalidade materno-infantil, mortalidade neonatal, bem como, a de mortalidade em menores de 5 anos”.

Elina Judite Massengele, Governadora da Província de Niassa

E de acordo com os dados do inquérito de saúde e o inquérito de orçamento familiar 2014-2015 a Governadora do Niassa disse que a taxa da desnutrição com menos de 5 anos de idade situava-se na casa dos 43%, “Foi dentro deste contexto e como forma de acelerar com os ganhos que o governo Moçambicano com o apoio financeiro e técnico da Agência de Cooperação Internacional do Japão -JICA, iniciou este projecto de cooperação técnica intitulado Projecto de Reforma dos Serviços de Nutrição Materna e Infantil ProNUT”.

Para o representante da JICA, Tsuji Takayuki disse o projecto reafirma a propriedade que JICA coloca na sua política de cooperação com Moçambique, cujo foco assenta no desenvolvimento humano na melhoria dos cuidados de saúde em particular da mulher e criança. “Apesar dos alcances e esforços feitos pelo Ministério da Saúde e dos demais parceiros, persiste desafios para monitorar de forma eficaz e eficiente a continuidade dos cuidados materno e infantil, pelo que a Caderneta de Saúdeda Mulher e Criança, foi concebida para minimizar este desafio junto dos provedores de serviços profissionais de saúde e agentes polivalentes de saúde”.

Para o representante do MISAU, Victor Sitão, a desnutrição crônica continua afectar a maioria as crianças moçambicanas. “Cerca de 38% das crianças menores de cinco anos sofrem alguma forma de desnutrição em Moçambique”.

É de referir que este projecto está na sua fase piloto nos distritos de Muembe e Majune e tem a duração de três anos.

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments