Domingo, Abril 21, 2024
InícioNotíciaCovid-19: Governadora do Niassa exerce pressão a utentes dos terminais de transportes...

Covid-19: Governadora do Niassa exerce pressão a utentes dos terminais de transportes da cidade de Lichinga

GOVERNADORA DO NIASSA, NO APERTO AO CERCO À COVID19 NAS TERMINAIS DE TRANSPORTES PÚBLICOS, INSTA TRANSPORTADORES INTERDISTRITAIS A CONDICIONAREM AS SUA VIATURAS

A Governadora de Província do Niassa, Elina Judite Massengele, falava na manhã desta segunda-feira, (26/7) aquando da sua visita na terminal de transportes de Chiuaula, Cidade de Lichinga, inserida no âmbito fiscalização rodoviária e acompanhamento das medidas de prevenção da SARSCoV2 na Província.
Governadora do Niassa, Elina judite Massengele
Massengele, apelou aos transportadores a condicionarem as suas viaturas para evitar acidentes de viação nas vias públicas.

Devem ter em conta que levam vidas, por isso há necessidade de observância das viaturas, adquirindo novos pneus” – disse a Governante.

Na ocasião, a Chefe do Executivo do Niassa, apelou para o cumprimento das medidas de prevenção da Covid_19, obedecendo o uso correcto das máscaras.

Deve-se obedecer o distanciamento físico entre os passageiros dentro das viaturas, e que cada passageiro deve usar correctamente a máscara, para evitar a propagação da Covid-19 na nossa Província” – apelou Massengele.

A Governante do Niassa, mostrou-se insatisfeita com a situação que encontrou no local, no que tange ao condicionamento das viaturas.

Outrossim, recebeu queixas segundo a qual que a superlotação nas viaturas, é relacionada com o elevado número de controlos nas vias públicas e que cada posto de controlo a polícia tem pedido valores avultados aos transportadores.

Respondendo a esta mensagem, Massengele disse que “quem paga ou quem entrega dinheiro aos policiais, são transportadores não legais, e que a fiscalização na via pública vai continuar, visando conhecer quem está entrar e/ou sair da nossa Província, por isso regularizem as vossas actividades e sigam a lotação da viatura no âmbito do novo normal” – respondeu a governante.

Lembrar que a Província do Niassa, faz fronteira com a Tanzânia e Malawi, o que torna preocupante para o Executivo, não só para a propagação da COVID_19 , como também pode ser o corredor de insurgentes para chegar a Cabo Delgado.

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments