Domingo, Abril 21, 2024
InícioPescaPescadores do Niassa instados a aderirem ao lincenciamnto pesqueiro

Pescadores do Niassa instados a aderirem ao lincenciamnto pesqueiro

JUDITE MASSENGELE REALÇA DESAFIOS DE ADESÃO AO LICENCIAMENTO PESQUEIRO COM VISTA A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS PESQUEIROS

Falando alusivo do Dia Mundial da Pesca, que hoje (21/11) se celebra em todo mundo, a Governadora da Província de Niassa Elina Judite Massengele, disse ser necessário que os pescadores tenham uma reflexão profunda sobre como proteger e preservar os recursos pesqueiros e fazer uma exploração de forma sustentável, com vista a garantir a alimentação das comunidades e criação de renda para as futuras gerações.

“Falamos do uso sustentável do Lago Niassa, Chiuta e Chirua, bem como, os Rios Lugenda, Messalo e Rovuma” – disse a Chefe do Executivo do Niassa.
Elina Judite Massegele, referiu ainda que Niassa possui um potencial de pesca estimado em 25.772 ton/ano e 139 mil ton/ano de aquacultura, numa área 58.000 hectares.

De referir que até ao terceiro trimestre do ano em curso, o sector pesqueiro no Niassa registou uma produção global de 26.674,80 ton num plano anual de 28.743,90 ton “é neste contexto que nós como Conselho Executivo Provincial do Niassa, continuaremos a envidar esforços para fomentar a produção pesqueira através de vários programas de apoio aos pescadores, tais como o PRODAPE, MOZNORTE e PROAZUL” – acrescentou a governante.

Apesar do crescimento, a Província do Niassa ainda tem um desafio no sector pesqueiro, nomeadamente, em relação ao licenciamento, “ora vejamos, existem um total de 12.145 pescadores artesanais que grande parte destes se encontra ainda em situação de uso reiterado de artes de pesca não recomendadas por Lei e aqueles que usam as artes recomendadas, muitos não efectuam o respectivo licenciamento” – disse Massengele.

Refira-se que no presente ano a Província do Niassa emitiu um total de 1.575 licenças de um plano de anual de 3.748 artes de pescas, o que representa uma realização de 42% quando comparado ao período transacto onde foram licenciadas 680 artes de pescas.

“Portanto, como podem ver, em termos de licenciamento, há ainda necessidade de um envolvimento dos pescadores no Censo da Pesca Artesanal e da Aquacultura, para que se alcance a meta estabelecida pelo sector pesqueiro, de modo a que tenhamos uma pesca e aquacultura sustentáveis, que contribuam para a integridade dos ecossistemas aquáticos, Consolidando desta forma o nosso desenvolvimento sustentável” – apelou a Governadora do Niassa Elina Judite Massengele.

Neste ano o dia mundial da pesca se celebra sob o lema “Por uma Pesca e Aquacultura Sustentáveis, Contribuindo para a integridade dos ecossistemas Aquáticos”.

Cep Niassa – fonte

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments