Sábado, Março 2, 2024
InícioEconômicaFUNDO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL VAI IMPULSIONAR O DESENVOLVIMENTO DAS COMUNIDADES NA PROVINCIA...

FUNDO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL VAI IMPULSIONAR O DESENVOLVIMENTO DAS COMUNIDADES NA PROVINCIA DO NIASSA

FUNDO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL VAI IMPULSIONAR O DESENVOLVIMENTO DAS COMUNIDADES


O Fundo de Responsabilidade Social, alocado às comunidades dos distritos de Chimbunila, Lichinga, Muembe, Sanga, Ngaúma e Lago, na província de Niassa, vai impulsionar o desenvolvimento das comunidades locais.

Trata-se de Fundo de Responsabilidade Social que a Green Resources, uma empresa sedeada na cidade de Lichinga, vocacionada à plantação de pinho na província, para extração e consequente exploração de madeira, que disponibilizou, recentemente, 5.400.000,00mt às comunidades residentes nos distritos ora mencionados, no âmbito da sua responsabilidade social.


O Secretario do Estado da província de Niassa, Dinis Vilanculoque testemunhou a entrega do valor, sublinhou que o fundo social vai contribuir para o desenvolvimentosocioeconómico das comunidades.

Vilanculo, salientou que o Programa Quinquenal do Governo (PQG) 2020-2024, centra a sua acção governativa na melhoria da qualidade de vida do povo moçambicano, redução das desigualdades sociais, incluindo a pobreza, bem como, na promoção do seu bem-estar social e cultural.

A fonte, acrescentou que é neste prisma que o governo estabeleceu políticas de protecção dos direitos das comunidades residentes em áreas detentoras de recursos naturais, garantindo a reversão a seu favor da parte dos beneficiários, provenientes da exploração dos recursos naturais, localmente disponíveis.

Com o desembolso do fundo da responsabilidade social em benefício da população circunvizinha das áreas de plantações e outras afins, são postas em prática algumas concepções do governo, visando fortalecer a gestão sustentável dos mesmos e do meio ambiente”, disse, Dinis Vilanculo, secretário do Estado na pro do Niassa.


O governante considera a participação das comunidades na gestão dos recursos naturais, uma política de gestão voltada para a conservação e protecção dos recursos, que são devidamente explorados e aproveitados por aqueles que dependem dos mesmos para assegurar a sua sobrevivência.

Na ocasião, apelou aos governos distritais para sensibilizar as comunidades, de modo a usar os recursos alocados para o benefício próprio, identificando actividades prioritárias, que concorram para alavancar o desenvolvimento sustentável.

Apelou, igualmente, à empresa Green Resources para envidar esforços no sentido de garantir que, anualmente, aloquem o valor da responsabilidade social de que as comunidades têm direito estejam ao dispor, pois, foi o que ditou o entendimento firmado entre as partes, contribuindo, assim, para a melhoria das condições das famílias baseadas nas áreas de actuação.


O timoneiro da província recomendou a associação, ou seja, o comité de gestão, para que faça uma gestão transparente e que perceba a necessidade de aplicar o fundo para actividades para as quais o valor foi destinado, tendo sempre presente a consciência de que o benefício deve ser para toda comunidade.

“Apelamos para que este fundo seja aplicado para construções de salas de aulas; a construção ou reabilitação de centros de saúde; a reabilitação e abertura de fontes de abastecimento de água; a construção de mercados locais, entre outras actividades que beneficiem a comunidade”, destacou, nas vésperas do fim do seu discurso Dinis Vilanculo.


Combate a Covid-19


Ao culminar, o chefe máximo da província, recordou aos presentes que se vive num momento da pandemia da COVID-19, com isso, apelou a cada um dos presentes a observar as medidas de prevenção desta doença, lavando as mãos com água e sabão ou com cinza, frequentemente, usar correctamente a mascara e observar o distanciamento social.

Por seu turno, Graciete Nhamirregestora da área social, ambiental e governação na Green Risources em representação da gestora geral Enver Mapanda, agradeceu às comunidades e aos parceiros que dia-a-dia não têm medido esforços para ajudar a empresa que dirige a proteger as plantações.

 Nhamirres ublinhou, num outro desenvolvimento, estar ciente de um dos desafios que a sua organização assume, que é de combater as práticas que ameaçam a vida das árvores, nomeadamente, as queimadas descontroladas e o seu abate indiscriminado, uma acção que deve contar com o incondicional envolvimento das comunidades, para que as actividades desenvolvidas pela Green Risources fluam dentro do desejado e, associado a isso, manter-se permanentemente a alocação dos valores.


Por sua vez, o representante das comunidades, Bonifácio Anussa, agradeceu à empresa pelo valor prestado, tendo, via disso, assegurado o seu uso racional, ao mesmo tempo que reiterou o compromisso de continuar a promover práticas favoráveis à saúde ambiental e que, no caso concreto, vão assentar na conservação das plantações, com maior realce para o combate às queimadas descontroladas e o abate ilegal das árvores.

Estabelecida em 1995, a Green Resources é uma empresa de capitais maioritariamente noruegueses, com mais de 80 accionistas. É considerada a maior empresa de plantações de monocultura em África.


Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments