Sábado, Junho 22, 2024
InícioJustiçaFME acusa MTC de favorecer empresas estrangeiras em detrimento das nacionais

FME acusa MTC de favorecer empresas estrangeiras em detrimento das nacionais

Concorrência desleal? FME acusa MTC de favorecer empresas estrangeiras em detrimento das nacionais nos concursos públicos

Segundo escreve o jornal EVIDENCIAS, a Federação Moçambicana de Empreiteiros (FME) acusou, nesta quarta-feira, 17 de Janeiro, o Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC) de favorecer empresas estrangeiras em detrimento das nacionais nos concursos públicos. Segundo o presidente da FME Bento Machaíla, o MTC tem favorecido empreiteiros chineses.

Dias depois do Gabinete Central do Combate a Corrupção ter tornada pública a informação sobre a suspensão do processo de adjudicação das obras de construção do Município da Matola no âmbito do projecto de mobilidade urbana da área metropolitana de Maputo, a Federação Moçambicana de Empreiteiros veio terreno referir que há empreiteiros estrangeiros que violam as leias em vigor no país.

“Há empresas estrangeiras em Moçambique que tem usado a mesma designação social no país de origem, e que participam em concursos públicos de empreitadas, submetendo documentação jurídica das suas empresas de modo a confundir as UGEA’s na avaliação das propostas em concursos de empreitadas públicas, levando as entidades contratantes a assinar contractos com uma entidade jurídica estrangeira” disse Bento Machaíla.

De acordo com o presidente da FME, trata-se de uma empresa Chinesa que o Ministério dos Transportes e Comunicações contratou para executar várias obras públicas.

Machaila observa que “ há reincidência por parte deste empreiteiro na prática destas irregularidades nocivas ao bom ambiente de concorrência, transparência e participação em concursos de empreitadas de obras públicas registadas na província de Inhambane onde as autoridades judiciais mandaram anular um processo de contratação de empreitada que havia sido adjudicada a esta empresa com recurso aos mesmos esquemas”.

Com vista a solucionar o problema, Ministério dos Transportes e Comunicações refere que vai solicitar junto da Comissão de Licenciamento de Empreiteiros e Consultores de Construção Civil no Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, a instauração de um processo disciplinar contra a empresa chinesa pela grave e reiterada violação dos seus deveres com empreiteiros.

Por outro lado, a FME, diz que pretende denunciar a empresa em alusão no Ministério da Economia e Finanças com vista a promover a proibição da mesma nos concursos públicos.

Deputado da RENAMO será embaixador de Moçambique na Árgélia

culturamoz

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments