Sábado, Junho 22, 2024
InícioAgriculturaGovernadora do Niassa apela agricultores de algodão a respeitarem calendário de colheita

Governadora do Niassa apela agricultores de algodão a respeitarem calendário de colheita

COMERCIALIZAÇÃO DO ALGODÃO EM NIASSA

A Governadora de Niassa apela produtores de algodão a respeitarem o calendário de colheita para melhor sustentabilidade da comercialização.


A Governadora da Província do Niassa, Elina Judite Massengele, falava nesta sexta-feira, (02/7), no povoado de Nancare, Posto Administrativo de Mepica, Distrito de Cuamba, durante a sua visita ao Mercado de Comercialização do algodão local.

Massengele, disse na ocasião que quando mais o algodão fica na machamba ele tem a tendência de perder o peso, visto que a semente fica mais seca.

Aliás, “Não me lembro ter ficado algum algodão com produtores porque não foi comprado no Niassa, por isso todos devem colher o algodão para evitar a perda de peso. Pois, isso facilita o processo de separação entre algodão da primeira em relação a da outra” – disse a Dirigente.
Para o presente o ano, a Província do Niassa, prevê comercializar cerca de 16.000 toneladas, sendo que até então só 500 toneladas, estando assim longe de atingir a meta.

Factor este, que faz com que a chefe do executivo de Niassa, não se sinta satisfeita.
Contudo, explicou que “a cultura de algodão é uma que já tem uma empresa que compra, diferente das outras culturas como a soja, amendoim e gergelim, só para citar alguns exemplos que estas têm o seu mercado fora, como o Brasil”.

Na ocasião, a executiva fez perceber aos produtores de algodão de Nancare, que com essas palavras não quer dizer que esses não podem produzir outras culturas, podendo sim diversificar com vista a garantir a segurança alimentar das famílias.
A cultura do algodão ajuda na aquisição de material escolar, para que as nossas crianças continuem a estudar” – salientou a governante.


Aos compradores, a Governadora de Província do Niassa apelou para que durante o processo de compra sejam observadas as amostras das classe.

Mas também aos produtores, a executiva não deixou de apelar sobre “a necessidade de não usar paus para decalcar o algodão, durante o processo de ensacar, porque isso acaba fazendo com que as fibras sejam curtas, e o mercado precisa de algodão com fibras comprida“- disse Massengele.

Após esta visita, a Governadora do Niassa partiu para proceder ao Lançamento da Campanha de Pulverização de Cajueiros ao nível da Província do Niassa, sob o lema “Transformar vidas, produzindo renda”

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments