Terça-feira, Abril 16, 2024
InícioEconomiaPR Filipe Jacinto Nyusi inaugura a primeira fábrica de óleo alimentar da...

PR Filipe Jacinto Nyusi inaugura a primeira fábrica de óleo alimentar da província de Niassa

NIASSA JÁ PRODUZ ÓLEO ALIMENTAR

Inaugurada fábrica de óleo alimentar na província de Niassa

PR Filipe Jacinto Nyusi de visita de trabalho a Província de Niassa, inaugura a primeira fábrica de óleo da província

PR Filipe Jacinto Nyusi

Decorreu nesta Quinta – feira 18 de Agosto do ano em curso, a inauguração da fábrica de extração e refinação de Óleo Alimentar da empresa SAN SA, no distrito de Cuamba, Província de Niassa com a capacidade de extracção de óleo bruto de 7.500 toneladas/ano e de refinação de 3.000 toneladas/ano, sendo a primeira indústria desta dimensão na Província.

O investimento global – fomento e instalação da fábrica – está avaliado em cerca de 300 milhões de meticais, tendo beneficiado de um financiamento de 123 milhões de meticais do Programa SUSTENTA para garantia da matéria prima, através do fomento a produção de 40,000 famílias, e do Fundo Catalítico para Inovação e Demonstração (do Banco Mundial) no valor de cerca de 92 milhões de meticais.

O empreendimento, foi bem recebido pela província, visto que, para além de diminuir o nível de importanções do produto, irá empregar várias pessoas contribuindo assim no crescimento da economia da província em particular e do país em geral bem como no combate ao desemprego. Doutro lado, a fábrica irá beneficiar a vasta província que à muito demanda pelo produto.

A importância estratégica do modelo adoptado pelo SUSTENTA nesta fábrica inaugurada, consiste na integração de 40.000 produtores de algodão e soja, para fornecer matéria-prima (oleaginosas) que será dela extraída e refinado o  óleo alimentar verdadeiramente “Made in Mozambique”.

Foi criado em 2020, o Instituto de Algodão e Oleaginosas de Moçambique e ao longo do último ano e meio, registamos com nota positiva a dinâmica de crescimento das oleaginosas a nível nacional.

A nível global o preço do óleo alimentar sofreu um aumento de cerca de 100%, e tem sido um dos produtos de maior pressão na balança comercial agrícola, onde Moçambique 

importa anualmente cerca de $400 milhões de dólares americanos, representando cerca de 30% do peso de importação de produtos agrícolas.

A diminuição de importações e inversão da balança comercial é uma prioridade do Governo, uma vez que pode permitir maior autonomia financeira, económica do país, que é naturalmente traduzida em bem-estar da população moçambicana.

Para a Campanha 21|22, os dados apontam para um crescimento de 14% nas oleaginosas, impulsionado pelo gergelim com 25% e pela soja com 5%.

CONSOLIDANDO O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO NIASSA

Presidente Filipe Nyusi 

PNUD Moçambique 

Ministério da Indústria e Comércio – Moçambique 

Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural 

Ministério da Administração Estatal e Função Pública 

Ministério do Gênero, Criança e Acção Social 

Ministério da Cultura e Turismo 

Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos-MOPHRH 

Ministério da Economia e Finanças 

Ministério dos Transportes e Comunicações 

Ministério da Terra e Ambiente 

Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos 

Ministério da Saúde – MISAU 

Ministério dos Negócios Estrangeiros – MNE 

Ministério Do Mar, Águas Interiores E Pescas

CEP – Niassa

GCII da Governadora do Niassa

Gaeria de imagem:

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments