Domingo, Abril 21, 2024
InícioUncategorizedIntenda o real significado de xingondo

Intenda o real significado de xingondo

 

Intenda o
significado de Xingondo

E
comum hoje em dia ouvir ou ver publicacoes nas redes sociais acerca do termo
Xingondo, mas poucas pessoas sabem o real significado bem como a sua origem.

Moçambique é um país vasto, dividido em tres regiões principais e com inúmeras e com
inumeras pessoas de diferentes etnias, sendo assim, o termo xindondo tem ganhando a popularidade nos últimos anos. QUAL É A ORIGEM DO TERMO?

A
origem  do termo xingondo é creditada a
duas línguas maternas da regiao norte do pais nomeadamente o Cyao do povo Yao e
o Cymakonde do povo Makonde cujo a palavra chave/raíz é o N’gondo que
significa guerra. Sendo assim, xingondo ee o grau aumentativo da palavra
N’gondo significando uma guerra grande.

Recapitulando:

N’gondo
= guerra

Xingondo
= guerra grande

O
presidente Samora Moises Machel e o termo xingondo

A
origem da luta de libertação de Moçambique é creditada a região norte do país  onde foi dado o primeiro tiro da luta contra os portugueses que na altura
colonizavam o país. O povo do norte de Mocambique, contribui imensamente na
guerra de libertacao do país sendo que o presidente Samora Moisés Machel usava o
termo Xingondo para elogiar os guerrelheiros da região norte e centro do país,
aumentando assim mais significados a palavra.

O
presidente usava o termo para elogiar os guerrelheiros do norte do pais por
acreditar que os mesmos eram corajosos. Confira abaixo os termos adicionados
pelo presidente Samora Moies Machel a palavra Xingondo:

                                Pessoa sem medo
de guerra

Xingondo                Guerrelheiro bravo

                               Pessoa corajosa

E
foi assim que o termo foi eriquecido no seu significado. Actualmente o termo
oficialmente possui diversos significados como acima ilustrados onde na sua
origem o significado oficial é guerra grande.

Nos últimos anos, o termo ganhou outros significados pouco agradaveis e muito
repugnantes como tem se verificado no dia-a-dia.

Os
significados acrescentados não visam a elogiar como tinha acontecido com o
Presidente Samora Moises Machel e sim para denigrir outras etnias e pessoas de
determinadas regioes (Norte e Centro de Moçambique). O termo ganhou
significados ofensivos como “pessoas selvagens, pessoas sem conhecimento,
pessoas tapadas, pessoas burras, pessoas sem cultura, pessoas sem educacao,
pessoas sem conhecimento entre outros”. Confira abaixo algumas piblicacoes que
captamos nas rede sociais feitos por alguns internautas. Suprimimos os nomes dos
respectivos autores das publicacoes por motivos de seguranca e respeito.

Entres outras imagens que você pode encontrar circulando na internet.

Como
podemos verificar, o termo ee usado para proferir insultos a pessoas da regiao
centro e principalmente norte do pais, gerando uma situacao pouco  agradavel no seio das pessoas pois trata-se
de quase uma divisao territorial.

Alguns
justificam alegando que são simples publicacoes de companheirismo e diversao
outros acreditam que ee um acto serio de tribalismo.

Actos
desse género, que são assistidos sem nehuma intervencao crescem cada vez mais.
A titulo de exemplo ee o genocidio de Ruanda onde pessoas da mesmo pais usam
palavras injuriosas contra elas mesmas e acabou resultando no genocidio que
resultou na morte de milhoes de pessoas e milhares presas. apesar do acto ter
sido confirmado que ouve apoio por parte de um pais do exterior, a principal
causa foi o tribalismo.

Hora da mudança

Todos
nos somos África e ninguém está acima do outro. Vivemos no mesmo territorio
continental e enfrentamos quase os mesmos problemas de pobreza, fome
enfermidades, guerra entre outros. E hora de parar de olhar as outras pessoas
como pessoas estranhas e segurar a mao para juntos desenvolvermos o nosso
continentepor por que se depender principalmente do Governo pouco mudará.

É hora de parar de culpar o colonialismo pela desgraca e aceitar o que somos.
(alguns dos nossos atenpassados traficavam os seus irmaos africanos como
escravos logo tinhamos africano vendendo africano).

E
hora de olhar as oportunidades de renda que a internet oferece e parar de
confiar especificamente aos empregos do Governo. (o nosso continente não possui
a capacidade de empregar todos cidaddaos, razao pela qual devemos optar por
outras vias de aquisicao de rendas como o empreendedorismo digital).

A mudança do continente depende principalmente de nós, as mídias, blogues e sites
de notícias ao invés de se focar em transmitir fofocas nas suas plataformas
devem se preocupar em trazer informacoes consistentes e tragam um valor para a
sociedade.

Pais:
parem de críticas os jovens alegando que os mesmo actualmente são repugnantes,
ignorantes e sem futuro enquanto voces não dao exemplo. Boa parte dos
escandalos do continente africano não são causdaos pelos jovens e sim pelos
nossos mais velhos como ee o caso da dividas ocultas  e guerras em Mocambique, desvios de fundos na
africa do sul na governacao do Ex presidente Zuma, corrupcao nas intituicoes no
continente entre outras imoralidades.

O
jovem sofre apenas de danos colaterais dos actos feitos pelos mais velho no
nosso continente. Aprofunde isso e chegaras a essa conclusão.

Por
hoje é tudo deixa o seu comentário abaixo. obrigado.

 

 

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments