Domingo, Abril 21, 2024
InícioAgriculturaGovernadora do Niassa satisfeita com investigação agrária

Governadora do Niassa satisfeita com investigação agrária

GOVERNADORA MASSENGELE, SATISFEITA COM A EXCELÊNCIA DOS TRABALHOS DE INVESTIGAÇÃO NO CENTRO ZONAL NOROESTE DO IIAM

Elina Judite Massengele, Governadora do Niassa, mostrou-se satisfeita com as actividades que vem sendo desenvolvidas pelo Instituto de Investigação Agrária deMoçambique, Centro Zonal Noroeste, no que tange a inovação e o aperto de tecnologias para o aumento da produção e da produtividade.

Elina Judite Massengele, falava hoje (08/04), após ter visitado a instituição, no âmbito da monitoria do ponto de situação da produção de sementes melhoradas e o desenvolvimento dos campos de produção, com vista a necessidade de aquisição de sementes melhoradas dentro da província, através do laboratório local para responder a demanda.
“A nossa avaliação é positiva, porque o trabalho dos colegas, desde a produção material até chegar a semente certificada é notório com satisfação” – disse Elina Judite Massengele Governadora do Niassa.

O Centro Zonal Noroeste, é um órgão do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique, responsável pela coordenação, execução de políticas, estratégias, programas ou projectos de investigação agrária, com uma visão de ser uma organização de Investigação e inovação agrária por excelência, dinâmica e motivada, que contribua para satisfação das necessidades alimentares desenvolvimento do agro-negocio e uso sustentável de recursos naturais em Moçambique.
A instituição tem como missão gerenciar a solução de tecnologias agrárias para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e a segurança alimentar e nutricional dos Moçambicanos.

Aliás, o Centro Zonal Noroeste, tem como objectivo identificar tecnologias adequadas do sector famíliar e privado, através de introdução de culturas adequadas às zonas sob sua abrangência.
É a partir daí que a timoneira do Niassa, desafia ao sector para que invista em recursos, desde humanos aos financeiros.
Para o presente ano, o Centro Zonal Noroeste conta com, dentre outras, 7 (sete) variedades de batata reno altamente produtivo adaptado para zonas altas com boas características para o mercado e processamento, prevendo um rendimento de 25 a 40 toneladas por hectare.
Contudo, o IIAM, Centro Zonal Noroeste, enfrenta igualmente de entre várias dificuldades a exiquidade e o desembolso tardio de fundos que faz com que haja incumprimento dos seus planos em relação as metas previstas.
É assim que consolidamos o desenvolvimento sustentável da Província do NIASSA.

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments