Segunda-feira, Julho 15, 2024
InícioGovernaçãoFilósofo Severino Ngoenha escala mais uma vez Niassa para mais um atelier...

Filósofo Severino Ngoenha escala mais uma vez Niassa para mais um atelier de filosofia intercultural

 DIÁLOGOS INTER RELIGIOSOS

FILÓSOFO SEVERINO NGOENHA ESCALA, MAIS UMA VEZ, NIASSA PARA MAIS UM ATELIER DE FILOSOFIA INTERCULTURAL

O professor de filosofia Severino Ngoenha, encontra-se desde ontem (23/7) na Província do Niassa para mais uma série de conversas, no âmbito do Diálogo Interreligioso inseridos nas oficinas de Filosofia intercultural.

Sob o tema “Religião e Laicidade “, o Professor realizou a conversa em Lichinga, no Conselho Cristão de Moçambique com membros do Clube da Paz.

Na óptica dos participantes, para que haja uma verdadeira Laicidade do Estado, é preciso que os membros das comunidades religiosas tenham um conhecimento profundo sobre os fundamentos das escrituras sagradas

 “pois só com um conhecimento sólido dos o que diz a Bíblia ou o alcorão é que podemos saber o que queremos. Porque há muita má informação que circula sobre a interpretação das escrituras, por isso, temos de fazer uma contra ofensiva séria, nos órgãos de informações públicos, sobre a verdadeira interpretação para podermos contrariar o que se vem propagando” – disse o professor Ngoenha na ocasião.

A formação religiosa da pessoa humana foi a tónica da conversa sobre o que podemos fazer mais para que a laicidade em Moçambique não promova a entrada maciça de várias novas religiosas, cujo dogmas ou doutrinas são desconhecidas pelo Estado.

Para os intervenientes, a confiança entre os moçambicanos deveria ser resgatada, uma vez que a falta dela, originou as guerra dos a16 anos, as dividas ocultas e “quando se rompe é de difícil reconstituição. Daí a urgência de reconstituir, através do diálogo, o que foi quebrado” – disse o professor na ocasião.

No final os líderes religiosos participantes apelam à que “Não se olha a poeira levantada, mas sim, no troco no qual tropeçamos, pois o açúcar pode amargar”.

Como “trabalho de casa” para o próximo encontro o académico Severino Ngoenha, deixou a seguinte questão “O que aconteceu nós, a questão é: o que fazer mais, de agora para frente? Pois, os terroristas já estão dentro das nossas comunidades, nos mercados, nas famílias, etc” – desafiou o professor Ngoenha.

É de recordar que esta é o terceiro diálogo Inter Religioso realizado em Niassa. O primeiro foi realizada a (12/2) do corrente ano na Sede do CISLAMO – Conselho Islâmico de Moçambique em Lichinga e o segundo foi no dia (16/4) no Conselho Cristão de Moçambique.

Clube da Paz é uma organização nacional, composta por todas as confissões religiosas com fim de trazer o Amor, lFraternidade e a Paz e tem delegações em todas as províncias de Moçambique.

Ainda em Niassa, académico Severino Nguenha irá proferir mais uma palestra em Cuamba na igreja evangélica de Cristo.

As oficinas Filosofia Intercultural são coordenadas pelo próprio académico Severino Nguenha com a participação do IESE e conta com apoio da 

AECID

CONSOLIDANDO O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO NIASSA

Presidente Filipe Nyusi 

Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos 

PNUD Moçambique 

IESE 

AECID 

Fundação MASC

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments