Segunda-feira, Julho 15, 2024
InícioDesportoBiografia - Treinador Félix Issufo Boss

Biografia – Treinador Félix Issufo Boss

ROTEIRO DE ENTREVISTA

Quem é Félix Issufo Boss

Félix issufo Boss é um jovem Yao, da província de Niassa, natural da Cidade de Lichinga, com origens do Distrito de Chimbunila, de 29 anos de idade, Treinador e Instrutor CAF, Docente, Empreendedor e Académico.

Apaixonado pelo futebol, principalmente na componente formação de jogadores e treinadores de futebol.

Formação académica

Licenciado em Ensino de Geografia com Habilitações em Ensino de Geografia.

Formações desportivas

  • Curso de Nível D da Confederação Africana de Futebol;
  • Curso de Instrutores de Nível D da Confederação Africana de Futebol;
  • Curso de Nível C da Confederação Africana de Futebol;

Inicio na carreira desportiva

Inicieou a carreira desportiva como jogador, tendo sido a sua infância ate a fase da adolescência uma referencia do meu bairro. Cingiu – se na época a jogar apenas no bairro, o que de certa forma permitiu – lhe evoluir bastante e atingir o profissionalismo, pois jovens da sua época que foram por exemplo a escola de jogadores Kupagua, treinado pelo Mister Machatine, desenvolveram habilidades técnicas e tácticas que lhes possibilitou a engrenar no futebol profissional.

Entretanto, optou a jogar no bairro, onde tinha uma equipa forte, onde participou em vários campeonatos.

O máximo que alcançou na carreira de jogador de futebol, foi jogar os campeonatos recreativos, tendo encerrado a carreira de jogador aos 17 anos de idade.

Parou de jogar muito cedo, pois ingressou para a Universidade, sendo uma pessoa com dificuldades de se engrenar em duas ou mais coisas, motivou a sua paralisação no percurso do futebol como jogador.

Experiência com o Mister Zé Maria

Felix Issufo, actualmente um dos maiores treinadores de Futebol 11 no Niassa, conta em primeira pessoa, sua experiencia com o icon do futebol no Niassa Mister Zé Maria.

A minha experiencia com o Mister Zé Maria, falar de mim como treinador, é falar do legado Mister Zé Maria, tenho a sorte de ser o escolhido deste grande homem do desporto a nível da nossa província, considerado o melhor treinador do Niassa.

Engrenei na carreira de treinador por acaso, pois não foi algo programado na época. Começo por dizer que o Mister Zé é vizinho dos meus pais, cresci vendo ele trabalhando com o futebol, ainda me recordo enquanto pequeno, nós no bairro ambicionávamos os jovens que ele treinava, pois algo curioso naquela época, o Mister Zé treinava apenas os nossos mais velhos do bairro e um outro montão de jogadores de outros bairros. Nessa época, a nossa relação era apenas de tio e sobrinho que viviam no mesmo bairro.

Os anos foram se passando, o Mister Zé estava envolvido em vários projectos desportivos e numa dada altura da vida, começamos a ser mais próximos, principalmente na época que vou a universidade, as nossas conversas eram mais maduras e falávamos sempre do futebol, e ele sempre dizia para mim que eu tinha uma forma extraordinária de analisar o desporto e principalmente as partidas de futebol, falava ainda que eu tinha uma visão de jogo impecável. Aos meus 19 anos, ele propôs-me para identificar alguns miúdos do nosso bairro para serem seleccionados para Academia Mário Estêvão Coluna, ai comecei a interessar-me na carreira de treinador. Mas por causa dos estudos, afastei-me definitivamente, concentrei-me nos estudos.

Em 2015, quando estava já estava a frequentar o 4º ano de faculdade, o Mister Zé, me convenceu a trabalhar com ele, ou seja, ele queria passar os seus conhecimentos para mim, acabei aceitando o desafio, alias, apesar de me desligar totalmente do desporto, minhas conversas com o Mister Zé nunca pararam, onde bebia muitos ensinamentos com ele sobre aspectos técnicos, tácticos, físicos e psicológicos. Ainda ao longo das nossas conversas, teria me facultado todos os materiais físicos de formações que ele teria participado ao longo da sua carreira de treinador de futebol. Aprendi muito cedo com ele que um treinador de futebol deve ter a sua própria filosofia de trabalho, e felizmente ele teria me passado aquela que era dele, mas sempre apelando-me que quando eu me tornasse um treinador de futebol deveria ter a minha própria filosofia.

Por influência do Mister Zé, nos meados de 2015, ele convida-me a ser Treinador Adjunto da Selecção Provincial Sub-17, que participaria numa competição regional na cidade de Nampula, tendo em conta que já havia bebido muitos conhecimentos teóricos com ele, aceitei. Logo nos primeiros dias nos trabalhos da selecção provincial, o Mister Zé, confiou-me a trabalhar do meu jeito, mas sempre sob sua supervisão. Corrigindo-me sempre que cometesse algum erro e elogiando quando fizesse um excelente trabalho. Esta etapa inicial da minha carreira é marcada positivamente pelo facto da convocatória daquela selecção, ele deixou que eu escolhesse os jogadores que deveria integrar a selecção do Niassa, transmitindo desta maneira para mim confiança. Dias depois seguimos a cidade de Nampula para disputar os jogos, onde felizmente fomos campeões regionais. Dai a minha carreira nunca mais parou, engrenei nesta profissão ate hoje.

Após esta competição, no ano seguinte, o Mister Zé, abriu a escola de formação de jogadores do futuro, onde tínhamos iniciados, juvenis e uma equipa sénior que disputou o campeonato provincial, vale destacar que esta escola formou os melhores jogadores da actualidade na província de Niassa.

Clubes treinados

  • Escola de Formação de Jogadores do Futuro;
  • Conselho Municipal da Cidade de Lichinga;
  • Clube Atlético de Sanjala;
  • Clube Desportivo de Niassa;
  • Clube Nova Geração de Mecanhelas;
  • Clube União Desportiva de Mecanhelas.

Experiência profissional

  • Coordenador provincial da Associação Moçambicana de Defesa dos Direitos dos Policias;
  • Delegado Provincial da Associação Moçambicana de Defesa dos Direitos dos Policias;
  • Director Nacional da Associação Moçambicana de Defesa dos Direitos dos Policias;
  • Mentor e proprietário do Projecto Língua Inglesa para Todos ´´O Despertar de uma Língua Estrangeira´´, desenvolvido nas cidades de Lichinga e Cuamba, assim como n distrito de Mandimba.
  • Professor do SDEJT de Mecanhelas;
  • Técnico da Repartição da Cultura, Juventude e Desporto.

Perspectivas

  • Elevar o distrito de Mecanhelas ao mais alto nível no panorama desportivo nacional;
  • Projectar ou oferecer oportunidades aos jogadores deste distrito para os grandes clubes nacionais e da diáspora;
  • Trazer Moçambola ao distrito de Mecanhelas;
  • Formar treinadores que possam dar acompanhamento aos grandes talentos que o distrito dispõe;
  • Ver uma mudança de mentalidade aos gestores desportivos de Mecanhelas no que concerne ao investimento desportivo e sobre a verdadeira gestão desportiva;

Sonhos e Aspirações

Primeiramente dizer que já realizei muitos sonhos meus, um deles de maior destaque é influenciar pessoas positivamente, as minhas acções e a minha forma de fazer as coisas percebo que agrega valores a muitos jovens da minha província. Ser instrutor de futebol é mais um sonho realizado.

Quando era mais novo, sonhava em treinar equipas de grande relevo, realizando jogos no Estádio de 1 de Maio, com grande multidão vendo os mesmos. Felizmente este sonho já realizei.

Loading

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments